Mãe d’Água das Amoreiras

museums / Campo de Ourique e Amoreiras

  • ©José Vicente - Câmara Municipal de Lisboa
  • ©José Vicente - Câmara Municipal de Lisboa
  • ©AnaLuisaAlvim-CML

O Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras, mais conhecido por apenas Mãe d'Água das Amoreiras, é o depósito que recebe e distribui as águas transportadas pelo Aqueduto das Águas Livres. Projetado em 1745, e construído no Jardim das Amoreiras, só ficou concluído em 1834. Atualmente apresenta-se como um espaço amplo, sendo o seu interior comparável à planta de uma igreja estilo Salão. A água das nascentes jorra da boca de um golfinho sobre uma cascata e converge para um tanque de onde emergem quatro colunas que sustentam um teto de abóbadas de aresta que, por sua vez, suporta o magnífico terraço panorâmico sobre a cidade de Lisboa. O Museu da Água promove e dinamiza visitas livres e guiadas ao Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras que também acolhe exposições

Informações

Bairro

Campo de Ourique e Amoreiras

Campo de Ourique e Amoreiras são dois bairros tipicamente residenciais com uma forte componente de comércio, mas quem os visita encontra, além das compras, muitas razões para voltar.