Confeitaria Nacional Belém

Cafés e Pastelarias / Belém e Restelo

  • © Confeitaria Nacional Belém
  • © Confeitaria Nacional Belém
  • © Confeitaria Nacional Belém

Em vários cantos do mundo as pastelarias têm vindo a aperfeiçoar as suas criações de geração em geração – tornando-as obras de arte. Aqui estão nove das mais antigas pastelarias do mundo – testadas e comprovadas durante séculos por visitantes. (…) Confeitaria Nacional (Lisboa) É uma pastelaria cheia de detalhes e ornamentos, com paredes de cor creme, com acabamentos dourados e dominada por um teto espelhado. Abriu em 1829 num edifício de esquina, imponente na Praça da Figueira. Ainda hoje é gerida por descendentes do fundador. O bolo tradicional da época natalícia em Portugal é o Bolo Rei. A receita foi trazida do sul da França para Portugal, pelo filho do fundador da Confeitaria Nacional, no século XIX. Com base no francês “Gateau des Rois”, o Bolo Rei é uma massa com passas, frutas cristalizadas e nozes. Noutras épocas do ano vale a pena provar os seus populares pastéis de nata. (…) É difícil definir o que é mais ornamentado – o exterior da loja ou os doces que estão no seu interior. A Confeitaria Nacional tem vindo a servir os seus pastéis de nata em Lisboa desde 1829. (…) A Confeitaria Nacional em Lisboa é conhecida pelo seu Bolo Rei (bolo típico da época de Natal) – uma receita que inclui frutos secos e frutas cristalizadas, que foi importado de França no século XIX.

Informações

Bairro

Belém e Restelo

Passear por Belém é viajar na História, não fosse este o bairro que apresenta a maior concentração de património e museus do país. E nem a azáfama habitual de turistas a circularem pelas suas ruas e jardins anula a tranquilidade com que o Tejo no horizonte nos brinda em todo o seu esplendor.