As 6 igrejas em Lisboa de visita obrigatória

É impossível ficar indiferente às igrejas que percorrem as artérias da cidade de Lisboa. Ao visitar a capital portuguesa, não se surpreenda por um mapa da cidade ponteado por igrejas que acumulam uma longa tradição religiosa e uma riqueza histórica e arquitetónica. Inigualáveis em beleza, as igrejas em Lisboa permitem o encontro com vários estilos de arquitetura que marcaram a capital portuguesa ao longo dos séculos e que, de uma forma muito própria, permitem viajar na dinâmica, na tradição e na história da cidade das sete colinas.

Conheça as 6 igrejas em Lisboa de visita obrigatória:

1.Sé Catedral de Lisboa

A Sé Catedral de Lisboa, também conhecida como a Basílica de Santa Maria Maior, é a igreja mais antiga da cidade de Lisboa. Com a primeira pedra lançada em 1147, poucos anos após o nascimento de Portugal, a igreja seria terminada no século XIII, trazendo um estilo românico e uma magnificência visível ainda nos dias de hoje.
No coro alto da Igreja terá uma vista privilegiada do interior da catedral e poderá vislumbrar a grande e bela rosácea. A Sé Catedral de Lisboa é palco dos famosos Casamentos de Santo António, o padroeiro da cidade.

2. Basílica da Estrela

A Basílica da Estrela é uma igreja oitocentista, criada em nome de D. Maria I, fruto de uma promessa feita pela rainha caso gerasse um filho no casamento com o rei D. Pedro. Além da magnífica beleza do edifício, tanto no exterior como no interior, a Basílica da Estrela é também o local onde pode conhecer o belíssimo túmulo da monarca. Embora apresente o corpo central da fachada em estilo neoclássico, o estilo barroco é predominante em todo o edifício. No interior da Basílica é possível vislumbrar o presépio, com figuras em cortiça e terracota, da autoria de Machado de Castro.

3. Panteão Nacional

Situado na zona histórica de Santa Clara, o Panteão Nacional é caracterizado por uma arquitetura única e merece uma visita não só pela sua beleza como também pelo seu valor patrimonial. Considerado Monumento Nacional, o Panteão Nacional conta com três salas tumulares onde se encontram, em repouso final, algumas das mais aclamadas personalidades portuguesas, incluindo autores, presidentes e até a mais famosa artista de Fado em Portugal: Amália Rodrigues.

4. Igreja Santa Maria de Belém

No emblemático Mosteiro dos Jerónimos, caracterizado pelo estilo manuelino, típico português, irá encontrar a Igreja de Santa Maria de Belém. Além da beleza magnífica, este edifício conta uma história interessante, sendo o local de repouso de D. Sebastião, do navegador Vasco da Gama e do poeta e herói nacional Luís Vaz de Camões. Considerado monumento nacional e património mundial da UNESCO, a abóbada da Igreja Santa Maria de Belém em conjunto com as suas três naves e com os belíssimos vitrais assinados por Abel Manta são algumas das razões pelas quais a visita a esta igreja se torna incontornável.

5. Igreja do Menino de Jesus

Em Santa Maria Maior, muito próximo ao emblemático Castelo de São Jorge, encontrará a setecentista Igreja do Menino de Deus. A imensa estrutura de pedra foi construída em 1711 e sobreviveu ao terramoto que destruiu a Baixa Pombalina, em 1755. A Igreja conseguiu manter a sua grandiosidade e beleza tão características, mantendo os pormenores das suas paredes e do seu teto que ostentam belíssimas pinturas. A imponente fachada principal, de traço maneirista, integra elementos barrocos e o interior da Igreja caracteriza-se pelos painéis de azulejos que evocam temas religiosos.

6. Igreja de São Roque

A Igreja de São Roque interliga o estilo barroco e o estilo maneirista e é outro dos edifícios religiosos que conseguiu sobreviver, quase intacto, ao terramoto de Lisboa em 1755. A igreja mantém, desde o século XVII, uma forte ligação à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e apresenta um interior com uma beleza indiscutível.

Campo de Santa Clara, Lisboa, Portugal
Terça a domingo: das 10h às 17h

Panteão Nacional

Baixa

Situado na Igreja de Santa Engrácia, o Panteão Nacional destina-se a homenagear grandes figuras portuguesas que se distinguiram por serviços prestados a Portugal, como cargos públicos, militares, científicos e artísticos. O Panteão Nacional ergue-se numa das colinas da cidade e exibe um miradouro com vista privilegiada sobre o rio Tejo.

Descubra mais

“Férias debaixo de água” no Oceanário de Lisboa

Nesta Páscoa, as “Férias debaixo de água” regressam ao Oceanário de Lisboa, de 11 a 18 de abril, onde as crianças serão desafiadas a desvendar os mistérios do oceano. O programa de férias organizado pelo Oceanário é destinado a crianças até aos 12 anos com cinco dias temáticos e dinamizados por diversas atividades. O custo […]

Iniciativas a não perder no Dia Internacional dos Museus

Este ano, sob o mote “O poder dos museus”, museus, profissionais e comunidades são convidados a refletir sobre o poder da museologia em benefício da sustentabilidade, da inovação e da construção através da educação. Lisboa está repleta de iniciativas, mas sujeitas a reservas. Por isso, não se esqueça e aponte na sua agenda! Descubra as […]

“Sons (Mentirosos) Misteriosos” no Teatro Luís de Camões

Durante o mês de abril o Teatro Luís de Camões vai exibir o espetáculo “Sons (Mentirosos) Misteriosos”, que aborda a importância da imagem e do som. A peça arranca dia 1 abril e termina a 22. Os bilhetes têm um custo que varia entre 3€ e 18€ e podem ser adquiridos no site oficial do […]