A tradição do Dia de São Martinho

É no dia 11 de novembro que se celebra anualmente o Dia de São Martinho, época onde se come castanhas, se bebe vinho e se recorda uma lenda com vários séculos. Conheça a história por trás desta data também conhecida como Dia do Magusto.

© João Silva GL

Como reza o provérbio popular: “No Dia de São Martinho, pão, castanhas e vinho”. Esta festividade é celebrada um pouco por toda a Europa. Em Portugal, como manda a tradição, é habitual fazer-se um grande magusto, uma festa onde se assam as castanhas e se bebe jeropiga, água-pé e também se prova o vinho novo, produzido com a colheita do verão anterior.

Indispensáveis no Dia de São Martinho, as castanhas são colhidas nos meses de outubro, novembro e dezembro. Diz-se que são boas assadas e quentinhas e é por isso que, nesta altura do ano, as ruas de Lisboa ficam repletas de vendedores ambulantes, que, com o seu assador a carvão, espalham o cheiro a outono e aquecem o corpo daqueles que levam consigo um cartucho recheado de castanhas assadas.

A lenda de São Martinho
Reza a lenda que no ano de 337, durante um outono frio e duro que se vivia na Europa, um soldado romano chamado Martinho estava a caminho da sua terra natal: a Gália, antiga região francesa, província à época do Império de Roma. No caminho, durante uma tempestade, Martinho encontrou um mendigo, que lhe pediu esmola. Como não levava mais nada consigo, o cavaleiro retirou das costas a capa vermelha que o aquecia, cortou-a ao meio com a espada e partilhou-a com o mendigo. Nesse
momento, a tempestade, como se por magia, transformou-se num sol radiante e as nuvens desapareceram. Acredita-se que a mudança de tempo tenha sido a recompensa da bondade de Martinho. O acontecimento ficou conhecido como “o verão de São Martinho”, e, desde então, em novembro, espera-se que, na véspera e no Dia de São Martinho, o tempo melhore e o sol apareça.

Martinho de Tours foi cavaleiro e bispo e tornou-se o santo padroeiro dos mendigos, dos alfaiates, dos cavaleiros, dos soldados e dos produtores de vinho, pela Igreja Católica.

É no dia 11 de novembro que se comemora a festividade, uma vez que foi nesta data que São Martinho foi sepultado em Tours, tornando-se este num local de peregrinação desde o século V.

Descubra mais

“O Carrinho das Artes” na Fundação Calouste Gulbenkian

É já neste sábado dia 17 de setembro, a partir das 15h, que irá decorrer uma oficina criativa para famílias – O Carrinho das Artes – no Museu Gulbenkian. “O Carrinho das Artes”, nas suas gavetas e armários, tem todo o material necessário para os mais pequenos recriarem as obras da coleção do museu. A […]

Open House Arqueologia

Nos dias 17 e 18 de setembro, vários espaços na zona antiga de Lisboa abrem as suas portas pela primeira vez, no âmbito da “Open House Arqueologia”, organizada pelo Museu de Lisboa. Casas particulares, lojas, hotéis e museus mostram, num único fim de semana, o que muito poucas pessoas conhecem sobre o passado arqueológico e […]