A origem do nome Lisboa

No Dia Mundial das Cidades, 31 de outubro, descubra mais sobre a origem do nome de uma das cidades mais antigas da Europa: Lisboa. Ao longo dos séculos, a cidade foi sendo ocupada por diferentes civilizações, nomeadamente povos romanos e árabes, que deixaram marcas na história da cidade e contribuíram para a origem do nome atual.

© Unsplash

Reza a lenda que foi o herói grego Ulisses a fundar Lisboa, e lhe dar o nome de Olisipo. Mas a história que parece mais verídica para os historiadores é a de que Lisboa foi fundada pelos fenícios com o nome de Alis Ubbo, “porto seguro” em fenício, em 1200 a.C.
Pouco tempo depois foi ocupada por gregos e cartagineses. Atraídos pelo potencial militar, pela proximidade ao Oceano Atlântico e pelas riquezas naturais da região, no ano 195 a. C., os romanos conquistaram e povoaram a cidade, denominando-a Olisipo (nome latino). Durante esse período, a cidade cresceu política, económica, cultural, social e artisticamente, devido à atividade do porto, da exploração mineira, dos solos férteis, da agro-pecuária e das indústrias oleiras e de salga de peixe, o que lhe valeu o estatuto de município romano, com o dominativo de Felicitas Julia Olisipo, privilégio
atribuído por Júlio César, raramente atribuído a povos não italianos.
Posteriormente, foram os Visigodos a assumir o controlo do território ocidental da Hispânia, entre os séculos V e VIII d.C, alterando o nome da cidade para Ulixbuna ou Ulixbona.
Depois dos Visigodos foi a vez dos mouros. Vindos do norte de África, atravessaram o estreito de Gibraltar e ocuparam a Península Ibérica entre 714 e 1147, alterando o nome da cidade para Al-Usbuna.
Depois de dominada durante cinco séculos pelos mouros, em 1147, Lisboa foi reconquistada pelos cristãos, liderados por D. Afonso Henriques, que se tornou o primeiro rei de Portugal.

O nome terá evoluído, devido à influência dos povos que ocuparam a região, para Lisipona, Lisibona, Lisbona, Lixbona, Lixboa, até ao nome atual: Lisboa.

Fun fact: Até aos dias de hoje, é usada a abreviatura “Lx”, para fazer referência ao nome Lisboa, devido à influência árabe nesta região.

Nota: O Dia Mundial das Cidades é celebrado, anualmente, a 31 de outubro. Esta data foi criada em dezembro de 2013 pela Associação Geral da ONU, mas foi comemorada, pela primeira vez, em 2014, visando promover o interesse da comunidade internacional na urbanização global, fomentar a cooperação entre países e cidades para enfrentar os desafios da urbanização e incentivar o desenvolvimento urbano sustentável. O tema geral deste dia é “cidade melhor, vida melhor”, e todos os anos é escolhido um subtema. Para 2022, o subtema escolhido é: “Act Local to Go Global” (Aja localmente para se tornar global), com o intuito de destacar a importância da ação local no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) para 2030.

Praça do Comércio, Praça do Comércio, Lisboa, Portugal

Praça do Comércio (também conhecida como Terreiro do Paço)

Baixa

A Praça do Comércio ou Terreiro do Paço é a praça mais emblemática de Lisboa. A designação do Terreiro do Paço antes do terramoto de 1755 deve-se ao facto do Paço Real ocupar na altura a ala ocidental da praça que também funcionava como a grande sala de receção da cidade. Aberta a sul para o rio Tejo, e limitada por 79 arcos, é uma das maiores e mais bonitas praças da Europa, com cerca de 36 000 m². De visita obrigatória tem ainda dois pontos de interesse que vale a pena destacar, a estátua equestre de D. José I, rei português durante a época do terremoto de Lisboa e na ap...

Descubra mais

Visitas e atividades gratuitas no Dia Internacional dos Museus

O poder dos museus para transformar o mundo é o tema do Dia Internacional dos Museus em 2022, que se assinala a 18 de maio. Para celebrar esta data, vários museus de Lisboa programaram atividades e visitas guiadas gratuitas para toda a família. Parta à descoberta da oferta disponível e desperte nos mais novos o […]

Casa Piriquita chega a Lisboa

A Centenária Casa Piriquita, fundada em 1862, por Constância Gomes, é um dos pontos mais concorridos de Sintra e acaba de chegar ao número 20 da Avenida de Roma, trazendo os sabores de Sintra ao coração da cidade de Lisboa. Poderá deliciar-se com os famosos travesseiros de massa folhada, com um recheio de creme de […]

Drawing Room Lisboa

A Drawing Room Lisboa, uma feira dedicada ao desenho, irá regressar à Sociedade Nacional de Belas Artes, entre 26 e 30 de outubro, com a presença de mais de 70 artistas e 26 galerias nacionais e internacionais. A Drawing Room Lisboa irá receber a segunda edição do Prémio FLAD com exposição das obras dos artistas […]