Alvalade

Pelas ruas de Alvalade, que parecem ter sido desenhadas a régua e esquadro, escreve-se uma história de sucesso de um bairro planeado de raiz nos anos 40, mas que soube crescer e evoluir para uma oferta diversificada de equipamentos, escolas, serviços e transportes sem perder a sua identidade. Quem por lá passa confirma-o através dos vestígios de antigas profissões tradicionais de rua, como os engraxadores de sapatos ou os vendedores de lotaria, que tornam a visita uma experiência autêntica e diferenciadora. Ao ponto de ter sido considerado pela Time Out como um dos 40 bairros mais cool do mundo.

Pelas ruas de Alvalade, que parecem ter sido desenhadas a régua e esquadro, escreve-se uma história de sucesso de um bairro planeado de raiz nos anos 40, mas que soube crescer e evoluir para uma oferta diversificada de equipamentos, escolas, serviços e transportes sem perder a sua identidade. Quem por lá passa confirma-o através dos vestígios de antigas profissões tradicionais de rua, como os engraxadores de sapatos ou os vendedores de lotaria, que tornam a visita uma experiência autêntica e diferenciadora. Ao ponto de ter sido considerado pela Time Out como um dos 40 bairros mais cool do mundo.

Considerada uma zona tranquila e segura, tem conquistado cada vez mais famílias, que encontram neste Bairro lisboeta o destino ideal para viver. Mas Alvalade é também conhecido por ser uma zona cheia de vida dada às inúmeras áreas de comércio, em que se destacam o famoso Mercado de Alvalade e ainda as ruas recheadas de cafés, pastelarias e restaurantes, onde espaços históricos se misturam com novos conceitos. Uma diversidade que atrai também estudantes das várias faculdades inseridas no maior campus universitário de Lisboa, conhecido como Cidade Universitária, ali a dois passos.

Moderno e tradicional. Alvalade tem de tudo um pouco, uma característica que também se aplica à sua oferta gastronómica, que é motivo para encher os enormes passeios da Avenida da Igreja, que dão acesso a muitos dos cafés e restaurantes do bairro. Nos dias de calor é quase tradição criarem-se filas à porta de uma das mais antigas gelatarias lisboetas, a Conchanata, para um delicioso gelado artesanal. Quando o frio chega, os gelados dão a vez às bebidas quentes dos salões de chá, preferidos pelas esplanadas envidraçadas com vista para a rua.

Seja verão ou inverno, o renovado Jardim do Campo Grande ou o Parque da Mata de Alvalade são pontos de encontro de muitas famílias e locais de referência para muitos lisboetas que gostam de praticar exercício físico ao ar livre. Como desporto ou como meio de transporte, as bicicletas e as trotinetas já marcam o ritmo deste bairro, onde se podem encontrar inclusive várias estações para as alugar por curtos períodos de tempo.