Príncipe Real

Um bairro “alternativo”, com muito carisma e atitude. E também com muito estilo. Um estilo muito próprio que se foi assumindo à medida que conceitos inovadores, ateliers de moda e concept stores se implantaram nesta zona com espaços típicos de rua, mas que muitas vezes se concentram em palacetes com funcionalidades e serviços característicos de uma galeria comercial. É o caso da Embaixada Portuguese Gallery Shopping, onde se junta uma nova geração de empreendedores portugueses com uma oferta diferenciadora e grande foco na produção nacional.

Um bairro “alternativo”, com muito carisma e atitude. E também com muito estilo. Um estilo muito próprio que se foi assumindo à medida que conceitos inovadores, ateliers de moda e concept stores se implantaram nesta zona com espaços típicos de rua, mas que muitas vezes se concentram em palacetes com funcionalidades e serviços característicos de uma galeria comercial. É o caso da Embaixada Portuguese Gallery Shopping, onde se junta uma nova geração de empreendedores portugueses com uma oferta diferenciadora e grande foco na produção nacional.

As novidades sucedem-se nesta zona mas a autenticidade permanece nestes espaços modernos instalados em antigos edifícios e palacetes revitalizados sem renunciar às suas origens. O Príncipe Real tornou-se cosmopolita, ainda que continue a respirar-se uma atmosfera de bairro, abrigando diversas culturas urbanas, grupos etários e estratos socioeconómicos.

Paredes meias com o Bairro Alto, o Príncipe Real é também destino de eleição para a abertura de novos conceitos de restauração pela mão de reconhecidos chefs, que se aliam a espaços já bem conhecidos e mais convencionais que marcam presença no bairro há vários anos.

A visita ao Príncipe Real não fica completa sem uma incursão no roteiro mais tradicional, onde se incluem espaços históricos e culturais ou jardins, que a zona oferece em abundância. Além do Jardim do Príncipe Real, que dá encanto e forma ao bairro, vale a pena explorar o magnífico Jardim Botânico de Lisboa, um autêntico paraíso natural com mais de 140 anos e que está classificado como Monumento Nacional desde 2010. Mesmo ali ao lado, o Museu Nacional de História Natural e da Ciência pede também uma visita, bem como a Galeria São Mamede, estabelecida aqui há mais de meio século. Tudo na Rua da Escola Politécnica.

Sabia que…

O Jardim do Príncipe Real foi erguido na segunda metade do século XIX no espaço da antiga Patriarcal de Lisboa, então em ruínas, por ordem da Rainha D. Maria II (filha do imperador D. Pedro I do Brasil) em honra do seu filho primogénito D. Pedro V, detentor do título de Príncipe Real. Apesar de ter reinado durante muito pouco tempo, pois faleceu muito jovem, D. Pedro V foi considerado por muitos um monarca exemplar, tendo recebido, por isso, os cognomes de “o Esperançoso” e “o Muito Amado”.