Alfama, Castelo e Graça

Alfama, Castelo e Graça. Três bairros que carregam em si toda a tradição de uma das zonas mais típicas, pitorescas e icónicas da cidade de Lisboa e onde a revitalização de anos recentes manteve intacta a sua alma genuína e os seus habitantes, ao mesmo tempo que lhes deu novas vivências.

Alfama, Castelo e Graça. Três bairros que carregam em si toda a tradição de uma das zonas mais típicas, pitorescas e icónicas da cidade de Lisboa e onde a revitalização de anos recentes manteve intacta a sua alma genuína e os seus habitantes, ao mesmo tempo que lhes deu novas vivências.Alfama, o bairro mais antigo de Lisboa e reconhecido pelas suas marchas, estende-se pelas encostas da colina que vai da Baixa ao Castelo de São Jorge por entre becos, pracinhas, escadarias e vielas sinuosas que nos trazem à memória o seu legado e influência árabes. Em cada recanto descobre-se uma igreja, miradouros que são autênticas varandas sobre o casario e o rio, casas de fados, restaurantes e tabernas, espaços de cultura e preciosidades históricas que podem passar despercebidas a um olhar menos atento, como é o caso do Teatro Romano ou as Muralhas Fernandinas.

No bairro do Castelo impõe-se o Castelo de São Jorge (as suas origens remontam aos séculos VII e II A.C mas a sua reconstrução foi feita entre 1938 e 1940), que oferece uma das melhores panorâmicas sobre Lisboa numa área bem cuidada e com muito verde. Na envolvente há uma verdadeira “aldeia” para explorar, desde a arquitetura peculiar de prédios antigos e cheios de carácter, até às lojas de artesanato, tabernas e cafés com um autêntico espírito de bairro, características que são, aliás, comuns a toda esta zona lisboeta.

Pegado a Alfama e ao Castelo, surge o bairro da Graça na colina mais alta de Lisboa e que, por isso, acolhe alguns dos miradouros mais badalados, como o Miradouro da Graça e o da Senhora do Monte, palcos das mais incríveis paisagens sobre a cidade. Com um equilíbrio perfeito entre um look tradicional e um estilo de vida contemporâneo, a Graça é uma zona em transformação dinamizada pela recuperação de edifícios residenciais e onde emerge um ambiente cosmopolita. Concentra uma vasta gama de serviços, restaurantes e uma excelente rede de transportes, incluindo o famoso Elétrico 28 que tem aqui uma das paragens mais requisitadas para nos levar numa viagem inesquecível que mostra o melhor que Lisboa tem para oferecer.