Liberdade

A Avenida da Liberdade foi construída ao estilo dos Champs Elysées entre 1879 e 1882 e abriu, à data, uma nova era na urbanização e expansão da cidade a norte e muito rapidamente se tornou a morada de eleição da alta sociedade. Esta aura de exclusividade acompanha-a até aos dias de hoje e os seus edifícios históricos e imponentes (como o número 206 onde está instalada a Prada) acolhem hotéis de 5 estrelas, lojas de luxo e empresas de referência.

A Avenida da Liberdade foi construída ao estilo dos Champs Elysées entre 1879 e 1882 e abriu, à data, uma nova era na urbanização e expansão da cidade a norte e muito rapidamente se tornou a morada de eleição da alta sociedade. Esta aura de exclusividade acompanha-a até aos dias de hoje e os seus edifícios históricos e imponentes (como o número 206 onde está instalada a Prada) acolhem hotéis de 5 estrelas, lojas de luxo e empresas de referência.

Mas a luxuosa artéria que liga o Marquês de Pombal aos Restauradores, eixo central de Lisboa com amplos passeios decorados com calçada portuguesa, não teria o mesmo charme sem os seus jardins, árvores centenárias, estátuas, quiosques e esplanadas que percorrem a Avenida e atraem residentes para os inúmeros edifícios que estão a ser reabilitados e convertidos em habitação para o segmento alto.

Na mais prestigiada e elegante avenida da capital encontramos as principais marcas de moda de renome nacional e internacional, inúmeros restaurantes e bares com ambientes que vão dos mais refinados aos mais descontraídos, e também muitos espaços para visitar ou assistir a concertos e outros eventos culturais, como por exemplo o Cinema São Jorge, o Teatro Tivoli, o renovado Capitólio no Parque Mayer ou o Coliseu dos Recreios, na Rua Portas de Santo Antão.

Servida por três estações de metro – Restauradores, Avenida e Marquês de Pombal – e vários autocarros que asseguram uma rápida e fácil ligação para todos os pontos da cidade, a Avenida é local diário de passagem para milhares de pessoas que aqui trabalham e palco de vários eventos desportivos, cortejos e festividades, com destaque para as Marchas Populares de Lisboa nas comemorações do Santo António.

 

Sabia que…

A Avenida da Liberdade e os Restauradores têm a sua origem em 1764 no boulevard designado Passeio Público, nascido da reconstrução da cidade pombalina e caraterizado por um frondoso jardim delimitado por muros e portões por onde só passeavam os membros da alta sociedade. Em 1821, o rei D. João VI ordenou que os muros fossem derrubados para que toda a gente pudesse circular pelo Passeio.