Estrela e Lapa

Com origens que remontam aos séculos XVIII e XIX, época em que se tornaram as áreas residenciais favoritas da nobreza e da alta burguesia portuguesa, os bairros da Estrela e da Lapa conservam até aos dias de hoje a sua atmosfera nobre e elegante, enraizada na tradição.

Com origens que remontam aos séculos XVIII e XIX, época em que se tornaram as áreas residenciais favoritas da nobreza e da alta burguesia portuguesa, os bairros da Estrela e da Lapa conservam até aos dias de hoje a sua atmosfera nobre e elegante, enraizada na tradição.

Nas suas ruas tranquilas e arborizadas que descem em direção ao Tejo pontuam luxuosas moradias, palácios e palacetes que agora acolhem embaixadas (as duas zonas concentram o maior número de embaixadas de toda a cidade), galerias de arte e concept stores. Em dois bairros que continuam a ser eminentemente residenciais, a vivência diária das famílias gira em torno do extenso Jardim da Estrela, um reduto verde de serenidade e descontração para os finais de tarde, considerado um dos mais bonitos de Lisboa.

A vida familiar usufrui também da existência de diversos equipamentos e serviços, entre os quais escolas, supermercados, mercearias de bairro, pastelarias e restaurantes. Na restauração, os espaços tradicionais são predominantes, mas também há lugar para alguns ícones lisboetas. O clássico XL (há mais de 25 anos instalado na Calçada da Estrela) já foi um dos mais badalados restaurantes de Lisboa, e o Estrela Michelin LOCO, um projeto do chef Alexandre Silva com um conceito de fine dining e cozinha de autor, está aberto desde final de 2015 na Rua dos Navegantes.

Esta colina de Lisboa, onde o Tejo está sempre à espreita, é também o local escolhido para abrigar ateliers e lojas de autor, onde a originalidade do design sobressai na moda, joalharia e decoração.

Para quem está de visita, além das compras e dos restaurantes, a Basílica da Estrela é de entrada obrigatória e vale a pena subir à cúpula para ser surpreendido com um pequeno miradouro com vistas deslumbrantes para vários pontos da cidade. Outra das referências da zona é o Lapa Palace Hotel, que em 1992 abriu portas num luxuoso palácio do século XIX, cuja decoração contou com a participação dos irmãos Rafael e Columbano Bordalo Pinheiro. Para apreciar a gastronomia dos seus restaurantes não precisa de fazer check-in.