Ajuda

Quem entra em Lisboa pela Ponte 25 de Abril, logo à esquerda salta à vista o bairro da Ajuda, que se estende até ao parque de Monsanto. A paredes meias com Belém e com Alcântara, este bairro é conhecido por ser um dos que se esforça por manter a traça original e que tem um património diversificado fruto das muitas gerações que por lá passaram.

Quem entra em Lisboa pela Ponte 25 de Abril, logo à esquerda salta à vista o bairro da Ajuda, que se estende até ao parque de Monsanto. A paredes meias com Belém e com Alcântara, este bairro é conhecido por ser um dos que se esforça por manter a traça original e que tem um património diversificado fruto das muitas gerações que por lá passaram.

No centro e na zona mais elevada, foi construído o Palácio Nacional da Ajuda à volta do qual todo o bairro se desenrola, em ruas estreitas e inclinadas, num sobe e desce constante. Um labirinto de ruas que vale a pena descobrir. Neste Bairro, que ainda se “veste” de Lisboa antiga, moram famílias e estudantes que frequentam as faculdades do alto da Ajuda. Uma zona calma, maioritariamente habitacional, e com algum comércio local, onde há ainda maravilhas por explorar.

Uma dessas maravilhas é sem dúvida a riqueza botânica disponível. Desde logo o Jardim Botânico da Ajuda, o primeiro jardim botânico de Portugal que reúne mais de 5.000 espécies de plantas e também ele um verdadeiro miradouro pela vista magnifica que tem para a cidade e para o rio. Não só se vê o estuário do Tejo como a sua proximidade permite desfrutar da zona ribeirinha para se passear e respirar. Outro ponto de visita obrigatória é a Tapada da Ajuda. Um imenso parque botânico, onde se encontra não só uma das maiores universidades de ciências agrárias do país, o Instituto Superior de Agronomia – ISA, como também uma reserva botânica reconhecida internacionalmente pela sua floresta única de zambujeiros.

Além de uma zona residencial abastecida com algum comércio local, a Ajuda acolhe ainda muitos jovens estudantes, que frequentam os polos universitários inseridos nestes Bairros.

 

Sabia que…

Noutros tempos, Sebastião José de Carvalho e Melo, mais conhecido por Marquês de Pombal, residiu no bairro da Ajuda, no atual edifício da Junta de Freguesia da Ajuda?

O Parque Florestal de Monsanto tem 900 hectares e é, por exemplo, três vezes maior do que o “Central Park” de Nova Iorque?

Curiosidade: Poucas pessoas no bairro sabem que o Mercado da Ajuda tem um terraço com uma vista privilegiada sobre o rio Tejo, que vai desde a ponte 25 Abril ao forte do Bugil.